Título da Pesquisa

Avaliação do efeito do distanciamento social no período da pandemia pelo COVID-19 sob os aspectos comportamentais, psicológicos e físicos

Informações de Pesquisa

Beatriz Rocha Sousa Duarte

  • CARLA SANTOS BONFIM
  • CAROLINE MOITINHO XAVIER
  • EMILY ALVES DE SOUZA
  • ERICA DIAS DOS SANTOS
  • MAYRA FREIRE DE SANTANA
  • LARAH RAMOS
  • GABRIELLE SOUSA SENA
  • JEAN SOUSA ALMEIDA
  • ELISAMA FERRAZ FREITAS
  • MYLENA BORGES DIAS
  • ESTHER GUSMÃO MENDES
  • JULIANO GUSMÃO DE OLIVEIRA
  • LETICIA FERREIRA SANTOS
  • SARAH RAMOS DE MANGUEIRA

Já participou da pesquisa?

Confira agora seus resultados

Resultados de Pesquisas



O seu "Código de Segurança" é a sua data de nascimento sem espaços ou caracteres especiais.
(Digite apenas números Ex: 03/03/2021 = 03032021


IMPORTANTE: CARO USUÁRIO, SE OS RESULTADOS NÃO FOREM APRESENTADOS MESMO COM OS DADOS CORRETOS, ENTRE EM CONTATO PARA SABER MAIS INFORMAÇÕES DAS DATAS DE ATUALIZAÇÃO DO BANCO DE COLETA DE DADOS, POIS OS SEUS DADOS PODEM NÃO TER SIDO ALIMENTADOS NO SISTEMA.

RESUMO DA PESQUISA

        Conforme exposto pelo Ministério da Saúde, a COVID-19 é uma doença causada pelo novo Coronavírus SARS-CoV-2, que tem mostrado afetar, principalmente, as vias respiratórias. Entretanto, não se pode deixar de considerar as implicações psicológicas advindas da pandemia, visto que estudos mostram que os impactos na saúde mental tendem a atingir um maior quantitativo de pessoas do que doença propriamente dita. A ansiedade, por exemplo, é uma dessas disfunções mentais que têm acometido a população e que está diretamente associada a alterações nos hábitos de vida, incluindo o perfil alimentar. Objetivo: Avaliar o efeito do distanciamento social no período da pandemia pelo Covid-19 sob os aspectos comportamentais, psicológicos e físicos. Metodologia: Trata-se de uma pesquisa descritiva, de corte transversal e abordagem quantitativa, que sucederá no município de Vitória da Conquista/Bahia, com indivíduos com idade superior ou igual a 20 anos. Será utilizado como base, o banco de dados de pacientes com quadro de síndrome gripal desenvolvido pelo Núcleo de Tecnologia da Informação da prefeitura da cidade referida que conta, até o presente momento, com cerca 16000 pessoas cadastradas. Neste, constam as seguintes variáveis: nome completo, idade, endereço, telefone, sintomas, doenças pré-existentes, ocupação, se teve ou não contato com algum caso confirmado pelo Covid-19, entre outros. Para avaliar o perfil comportamental, psicológico e físico desses indivíduos, a equipe de coleta entrará em contato com estes, via telefone, a fim de convidá-las a responderem os questionários, via aplicativo desenvolvido pelo Núcleo de Pesquisa, Estudo e Extensão em Doenças Crônicas (nepedc), que contém diversos questionários inclusos, englobando o Questionário de Frequência Alimentar (QFA), Inventário de Ansiedade de BECK, Inventário de Depressão de Beck, Questionário de Hábitos de Vida, entre outros.

Rolar para o topo

entrar em contato

Envie-nos uma mensagem ou entre em contato através do número abaixo: